Apostilas

Apostila Pref Campo Grande MS 2019 Médico Clínico Geral

R$ 85,98 R$ 42,99

Parcele em 8x de R$ 5,37

Limpar

Descrição

Apostila Pref Campo Grande MS 2019 Médico Clínico Geral

 

Cargo Médico Clínico Geral

Nível: Superior

Edital: Ver Edital

 

Sua chance é agora !!!

Não perca mais tempo e estude com a melhor

 

Apostila Pref Campo Grande MS 2019 Médico Clínico Geral


Conhecimentos Básicos

Língua Portuguesa: Compreensão e interpretação de texto. Características e intencionalidade do texto: gênero e tipologia textual. Apreensão de informações explícitas e implícitas. Sentido e significado de palavras e expressões no contexto. Denotação e conotação. Emprego das figuras de linguagem. Adequação da linguagem ao contexto de uso. Uso coloquial e escrito; informal e formal. Variação linguística. Construção do texto formal: correção, clareza, precisão e adequação. Redação oficial. Reescrita de frases. Ortografia oficial segundo o acordo ortográfico em vigência. Acentuação gráfica. Emprego de letras. Emprego do hífen. Estrutura e formação de palavras. Processos de formação de palavras. Valor e emprego de radicais, prefixos e sufixos. Neologismos e estrangeirismos. Uso das diferentes classes gramaticais na construção de sentido do texto escrito. A frase e sua constituição. Frase, oração e período. Termos da oração. Colocação das palavras na frase. Flexão verbal. Emprego e valor semântico de vozes, tempos e modos verbais. Correlação entre tempos verbais. Concordância verbal. Flexão nominal. Concordância nominal. Regência nominal e verbal. Ocorrência da crase. Coerência e coesão textual. Relações de sentido entre orações e segmentos de texto. Emprego dos sinais de pontuação.

Legislação do SUS: Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990. Lei Federal nº 8.142, de 28 de dezembro de 1990. Decreto n. 7508, de 28 de junho de 2011 que regulamenta a Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990, para dispor sobre a organização do Sistema Único de Saúde – SUS, o planejamento da saúde, a assistência à saúde e a articulação interfederativa, e dá outras providências. Documento de Referência do Programa Nacional de Segurança do Paciente, HumanizaSUS: Documento base para gestores e trabalhadores do SUS, Marco para Ação em Educação Interprofissional e Prática Colaborativa. Atenção Primária à Saúde e Saúde Coletiva: Estratégia Saúde da Família: organização e prática. Vigilância epidemiológica. Sistemas de informação em saúde. Carta dos direitos e deveres do paciente. Política Nacional de Educação Permanente. COAPES, acompanhar estágio prático de alunos dos cursos de graduação, residência e especialização em unidades hospitalares e ou ambulatoriais, participar das de ensino, pesquisa e extensão.

 

Conhecimento Específico

Aparelho circulatório: insuficiência cardíaca esquerda e global, choque –diagnóstico diferencial e tratamento, lesões valvulares, doenças reumáticas, angina pectoris e síndrome intermediária, arritmias cardíacas, miocardiopatias, aneurisma de aorta e aneurismas periféricos, doença venosa periférica. Aparelho respiratório: asma e enfisema pulmonar, bronquite crônica, bronquiectasia, neoplasia pulmonar, pneumonias, tuberculose e paracoccidioidomicose, derrame pleural, síndrome de apneia do sono. Doenças renais: síndrome nefrótica, hipertensão arterial, obstrução do trato urinário, litíase renal, insuficiência renal aguda e crônica, infecção do trato urinário. Doenças gastrointestinais: hemorragia gastrointestinal, diarreia, gastrite e úlcera péptica, doença diverticular, pancreatite aguda e crônica, icterícia – diagnóstico diferencial, hepatite aguda e crônica, cirrose hepática, litíase biliar, neoplasias do fígado, neoplasias do estômago, neoplasias do colo. Hematologia: anemias – diagnóstico diferencial e tratamento, leucemias, linfomas, interpretação do hemograma. Endocrinologia: diabetes mellitus, hipotireoidismo, hipertireoidismo, nódulos tireoidianos, diagnóstico diferencial, câncer de tireoide, insuficiência adrenal, síndrome de cushing, feocromocitoma, hiperaldosteronismo, hircismo, osteoporose, obesidade – diagnóstico diferencial e orientação dietética, hiperlipemias. Reumatologia: artrite reumatoide, lúpus eritematoso, polimiosites, esclerodermia, síndromes musculoesqueléticas associadas à neoplasia, bursites, dor lombar –diagnóstico diferencial e tratamento. Doenças infecciosas: diagnóstico diferencial da síndrome febril, sinusites e rinites, doenças sexualmente transmissíveis, aids, parasitoses, doenças bacterianas, viroses; imunização; doenças neurológicas: síndrome da dor, acidentes vasculares cerebrais, epilepsia, meningites, neoplasias cerebrais; dermatologia: micoses da pele e fâneros, dermatites, neoplasias de pele; hanseníase. Ética médica. Emergências clínicas; legislação profissional.PsicologiaMédica.Controle de Infecção Hospitalar.Cuidados com o paciente em Medicina Interna.Doenças cardiovasculares: hipertensão arterial; cardiopatia isquêmica, insuficiência cardíaca, miocardiopatias e valvulopatias, arritmias cardíacas. Doenças pulmonares: asma brônquica e doença pulmonar crônica, embolia pulmonar, pneumonias e abscessos pulmonares, doença pulmonar intersticial, hipertensão pulmonar. Doenças gastrointestinais e hepáticas: úlcera péptica, doenças intestinais inflamatórias e parasitárias, diarreia, colelitíase e colecistite, pancreatite, hepatites virais e hepatopatias tóxicas, insuficiência hepática crônica. Doenças renais: insuficiência renal aguda e crônica, glomerulonefrites, síndrome nefrótica, litíase renal. Doenças endócrinas: diabetes mellitus, hipotiroidismo e hipertiroidismo, tireoidite e nódulos tireoidianos, distúrbios das glândulas suprarreanais, distúrbios das glândulas paratireoides. Doenças reumáticas: artrite reumatoide, espondiloartropatias, colagenoses, gota; doenças infecciosas e terapia antibiótica. Distúrbios hidroeletrolíticos e acidobásicos; emergências clínicas; analgesia e sedação, ventilação mecânica, síndrome do desconforto respiratório do adulto, pneumonia hospitalar, tromboembolismo pulmonar, choque/drogas vasoativas, cirrose e suas complicações, lesão renal aguda – métodos dialíticos, distúrbios (do equilíbrio) ácido-básico, distúrbios eletrolíticos (sódio e potássio), infecção associada a corrente sanguínea, síndrome coronariana aguda, cetoacidose diabética, estado de mal asmático, icc descompensada, uso racional de antibiótico em paciente crítico, emergências dermatológicas, nutrição em paciente crítico, hemorragia subaracnóidea, noções de estatística para estudos clínicos.Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas (PCDT)PCR e ressuscitação cardiopulmonar. Manejo de vias aéreas. Cateter de artéria pulmonar. Acesso venoso profundo emonitorização invasiva de pressão arterial. Marcapasso transverso temporário. Pericardiocentese: Balão de contrapulsação aórtica. Ultra-sonografia relacionado ao paciente. Monitorização respiratória e intracraniana. Uso de eletroencefalografia no paciente. Uso de sedativos, analgésicos e bloqueadores neuro-muscular. Farmacocinética efarmacodinâmica no paciente. Broncoscopia e traqueostomia no paciente. Choque cardiogênico. Tamponamento cardíaco. Sepse,choque séptico e disfunção orgânica múltipla. Choque hemorrágico. Anafilaxia e choqueanafilático. Insuficiência cardíaca. Síndrome coronariana aguda. Valvopatias no paciente crítico. Dissecção aórtica. Manejo pósoperatório na cirurgia cardíaca e cirurgianão-cardíaca. Insuficiência respiratória aguda (IRpA). Causas não-pulmonares RpA. Asma. Doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). Pneumonia no paciente. Princípios básicos de ventilação mecânica invasiva e não-invasiva. Modosventilatórios convencionais e avançados. Mecânica respiratória e assincronia. Ventilaçãomecânica no DPOC. Ventilação mecânica na síndrome de desconforto respiratório agudo(SDRA). Desmame ventilatório no paciente. Tromboembolismo pulmonar etrombose venosa profunda. Hemoptise maciça. Pneumotórax. Lesão de viasaéreas por inalação. Doença pulmonar auto-imune no paciente crítico. Infecções nosocomiais no paciente crítico. Uso racional de antibióticos. Paciente imunossuprimido na unidade de terapia intensiva. Infecções no sistemanervoso central (SNC). Infecções endovasculares. Infecções graves no paciente:meningococcemia; síndrome do choque tóxico; tétano; botulismo; difteria; Infecções pele e partesmoles; infecções intra-abdominais; infecções graves da cabeça e pescoço; dengue; Zika vírus eChikungunya vírus; Febre maculosa e erliquiose; malária; hantavirose; leptospirose. Injúria renal aguda. Doença renal crônica. Distúrbios ácido básico e eletrolíticos. Cetoacidose e estado hiperosmolar. Distúrbios datireoide. Insuficiência adrenal no paciente. Morte encefálica. Acidente vascular encefálico ehemorrágico. Hemorragia subaracnoidea. Convulsões. Traumatismocranioencefálico. Hipertensão intracraniana. Miastenia gravis e síndrome Guillain-Barré.Polineuropatia. Delirium. Transtornos psiquiátricos. Paciente grande queimado. Intoxicações exógenas. Hipotermia, Hipertermia, e rabdomiólise Insuficiência hepática. Hemorragia digestiva. Pancreatite aguda. Síndrome compartimental abdominal. Distúrbios hemorrágicos e trombóticos. Uso de hemoderivados. Manejo da gestante e suas complicações. Suporte nutricional. Paciente oncológico. Cuidados Paliativos. Questões éticas. Índices prognósticos de gravidade. Pericardiocentese: Balão de contrapulsação aórtica. Ultra-sonografia relacionado ao paciente. Monitorização respiratória e intracraniana. Uso de eletroencefalografia no paciente. Uso de sedativos, analgésicos e bloqueadores neuro-muscular. Farmacocinética efarmacodinâmica no paciente. Broncoscopia e traqueostomia no paciente. Choque cardiogênico. Tamponamento cardíaco. Sepse,choque séptico e disfunção orgânica múltipla. Choque hemorrágico. Anafilaxia e choqueanafilático. Insuficiência cardíaca. Síndrome coronariana aguda. Valvopatias no paciente crítico. Dissecção aórtica. Manejo pósoperatório na cirurgia cardíaca e cirurgianão-cardíaca. Insuficiência respiratória aguda (IRpA). Causas não-pulmonares RpA. Asma. Doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). Pneumonia no paciente. Princípios básicos de ventilação mecânica invasiva e não-invasiva. Modosventilatórios convencionais e avançados. Mecânica respiratória e assincronia. Ventilaçãomecânica no DPOC. Ventilação mecânica na síndrome de desconforto respiratório agudo(SDRA). Desmame ventilatório no paciente. Tromboembolismo pulmonar etrombose venosa profunda. Hemoptise maciça. Pneumotórax. Lesão de viasaéreas por inalação. Doença pulmonar auto-imune no paciente crítico. Infecções nosocomiais no paciente crítico. Uso racional de antibióticos. Paciente imunossuprimido na unidade de terapia intensiva. Infecções no sistemanervoso central (SNC). Infecções endovasculares. Infecções graves no paciente:meningococcemia; síndrome do choque tóxico; tétano; botulismo; difteria; Infecções pele e partesmoles; infecções intra-abdominais; infecções graves da cabeça e pescoço; dengue; Zika vírus eChikungunya vírus; Febre maculosa e erliquiose; malária; hantavirose; leptospirose. Injúria renal aguda. Doença renal crônica. Distúrbios ácido básico e eletrolíticos. Cetoacidose e estado hiperosmolar. Distúrbios datireoide. Insuficiência adrenal no paciente. Morte encefálica. Acidente vascular encefálico ehemorrágico. Hemorragia subaracnoidea. Convulsões. Traumatismocranioencefálico. Hipertensão intracraniana. Miastenia gravis e síndrome Guillain-Barré.Polineuropatia. Delirium. Transtornos psiquiátricos. Paciente grande queimado. Intoxicações exógenas. Hipotermia, Hipertermia, e rabdomiólise Insuficiência hepática. Hemorragia digestiva. Pancreatite aguda. Síndrome compartimental abdominal. Distúrbios hemorrágicos e trombóticos. Uso de hemoderivados. Manejo da gestante e suas complicações. Suporte nutricional. Paciente oncológico. Cuidados Paliativos. Questões éticas. Índices prognósticos de gravidade.

 

DEPOIMENTOS

A opinião de quem adquiriu material conosco

Apostila Pref Campo Grande MS 2019 Médico Clínico Geral

Informação adicional

Formas de envio

, ,